//NOTAS SERRANAS// O que você precisa saber sobre a sua cidade

                              

         


Feliz Ano Novo

O ano mal começou e os comerciantes da Rua Coronel Pedro Penteado foram contemplados com o primeiro boleto de 2022. Logo no dia 1º de janeiro, na parte da manhã, a prefeitura distribuiu o carnê do IPTU. Nem o feriado nem o fato de as lojas estarem fechadas foram empecilhos para a entrega. Os carnês foram colocados debaixo das portas. “Estava passando de carro na Coronel e parei para ver o que era o papel debaixo da porta da minha loja. Era o carnê do IPTU. Presente de Ano Novo”, afirmou um lojista.


Vendas positivas

Sondagem preliminar sobre as vendas de Natal em Serra Negra indica que o resultado foi positivo. A avaliação é do presidente da Associação Comercial Industrial e Agrícola de Serra Negra (Acia), Tiago Jardim. O movimento superou o de 2020, mas ele reconhece que a base de comparação é muito baixa. O Natal de 2020 foi o pior da história, na pesquisa do Serasa Experian, que registrou uma queda de 10,3% em relação a 2019.


Verão promete

A expectativa do presidente da Acia é de um bom movimento de turistas este mês. “Acredito que Serra Negra se tornou ainda mais uma boa opção de passeio durante as férias de verão para aqueles que desejam evitar o grande movimento do litoral e para os que desejam um destino mais próximo da capital”, afirmou Jardim.


Explosão online

Além da crise econômica, uma das piores da história do país, os comerciantes sofreram forte concorrência do comércio eletrônico. As vendas online cresceram 17,9% entre os dias 10 e 25 de dezembro. Embora o aumento do faturamento com vendas online tenha ficado abaixo das expectativas, superou o movimento das vendas físicas. O comércio online faturou, no período, R$ 6,6 bilhões. No mesmo período do ano passado, havia faturado R$ 5,6 bilhões. Descontada a inflação de 10,42% o aumento real foi de 7,5%. Os dados são da Neotrust, empresa especialista em análises de vendas online.


Os campeões

Uma das surpresas da pesquisa foi o aumento de vendas de produtos alimentícios, que ficou em terceiro lugar no ranking do comércio eletrônico, atrás apenas de moda, acessórios e perfumaria e beleza. Assim como as vendas nas lojas físicas, o comércio online registrou queda no tíquete médio, de 0,8%, devido ao baixo poder aquisitivo do brasileiro e à inflação.


Desfile de Natal

O prefeito Elmir Chedid (DEM) se reuniu com representantes dos grupos que participaram da organização do desfile de Natal “O Encanto das Luzes” para realizar um balanço sobre o evento. Em nota divulgada na página do Facebook da prefeitura, ele afirmou que a conclusão é que a iniciativa trouxe bons resultados para o turismo local e serviu para levar “um alento de esperança aos cidadãos em face das dificuldades causadas pela pandemia”.  Foram discutidas também sugestões para o próximo ano.


E os detalhes?

A nota publicada pela assessoria de imprensa na página da prefeitura sobre o balanço da programação de Natal não informa quais foram os impactos positivos na economia e no turismo local nem quais foram as principais sugestões para a realização do evento este ano. O Viva! Serra Negra solicitou informações mais detalhadas sobre o assunto e aguarda retorno da assessoria de imprensa.


Aplausos 

A reação dos moradores da cidade à Parada de Natal não deixa dúvida de que a população aprovou o evento. Entristecidos com a perda de quase uma centena de serranos para a covid-19, cansados do isolamento social, com o poder aquisitivo corroído pela inflação e o desemprego e sem muitas opções de lazer na cidade, os serranos lotaram as ruas para acompanhar o desfile, que trouxe alegria à cidade. Nas redes sociais foram dezenas de elogios como esse de uma serrana: "Há muitos anos não se via um Natal tão lindo em Serra Negra! Acho que nunca nem vi, tão bonito e organizado desse jeito! Estão todos de parabéns! Foi só elogios pelas ruas! A alegria voltou pra terrinha!”.


Pandemia em curso

Há um registro considerável de serranos que ainda não tomou a segunda ou a terceira dose da vacina contra a covid-19. A Secretaria Municipal de Saúde tem registrado “atraso considerável” de vacinados para a segunda e terceira dose, segundo informações do secretário Ricardo Minosso. “Estou sem a porcentagem da terceira dose neste momento, do público apto. Do público geral estamos com cerca de 26% de vacinados com a terceira dose”, informou.


Riscos de fim de ano

A procura pela vacinação de covid-19, informou o secretário, caiu nas últimas semanas. Ele atribui esse recuo às festas de fim de ano. Preocupados com os preparativos, os cidadãos podem estar adiando a vacinação, que seria essencial antes das comemorações, quando aumentam os riscos de contaminação.


Olha a gripe aí

O secretário demonstrou também preocupação com os sintomas gripais cada vez mais frequentes entre os munícipes e que podem ser confundidos com os da covid-19. “Muitas pessoas estão apresentando sintomas gripais que têm gerado preocupação”, disse Minosso em vídeo divulgado pelas redes sociais da prefeitura. Ele informou que a prefeitura solicitou novos lotes de vacinas antigripais.


Uso de máscaras

Embora pretenda elevar a vacinação contra a gripe no município, o secretário explicou, no entanto, que o Estado ainda não tem disponível a vacina contra o H3N2, o vírus que está causando o surto no país. Para evitar a contaminação, são recomendadas as mesmas medidas preventivas contra a covid-19: uso de máscara, afastamento social e higienização das mãos.


Serviços por aplicativos

A regulamentação dos serviços de entrega por motoboy e dos aplicativos de transporte de passageiros são dois dos temas polêmicos que devem entrar na pauta da Câmara Municipal assim que os vereadores retornarem do recesso em 7 de fevereiro.


Em ponto morto

O projeto de lei que regulamenta o serviço de entrega por motoboys começou a tramitar no último trimestre de 2021, mas está praticamente parado na Câmara. Desde a audiência pública para discutir o assunto, realizada em 23 de novembro, quando os motoboys lotaram o plenário da Câmara e forçaram a criação de comissões para discutir mudanças no texto, o projeto não avançou. Os vereadores Roberto de Almeida (Republicanos) e Renato Giachetto (DEM), autores do projeto, atribuem a paralisação ao recesso. “Serão retomadas as conversas com a comissão de motoboys e os vereadores que quiserem participar”, afirmou Giachetto.


Câmara dividida

O Viva! Serra Negra apurou, no entanto, que as discussões estariam estagnadas porque não há consenso entre os vereadores sobre o assunto. Parte dos motoboys que prestam serviços em Serra Negra não teria interesse em regulamentar a atividade e conta com apoio de alguns vereadores para evitar a discussão do projeto. Vereadores favoráveis ao projeto vão tentar novas articulações políticas para retomar a discussão e colocar o projeto em votação.


Transporte de passageiros

A regulamentação do transporte de passageiros também será prioridade de vereadores, que pretendem colocar fim na polêmica entre taxistas e motoristas de aplicativos. A disputa pela clientela está causando desentendimento entre taxistas e "uberistas". Sem um local específico para pegar seus clientes, os motoristas de aplicativos estariam tirando a freguesia dos taxistas.


Projeto do Executivo

Nenhum vereador apresentou até agora um projeto de lei para resolver o impasse entre os motoristas de aplicativos e taxistas. Mas circulam informações nos bastidores da Câmara que o projeto deverá ser encaminhado à Casa pelo Executivo ainda no primeiro bimestre de 2022. “Se o prefeito não apresentar esse projeto, teremos de resolver isso aqui no Legislativo”, informou um vereador. 


Economia legislativa

A Câmara Municipal devolveu R$ 390 mil aos cofres municipais. "Essa é a sobra da Câmara", explicou o presidente do Legislativo, César Augusto Borboni, o Ney.  Ele informou que já deu início aos projetos para a reforma do Palácio Primavera para onde deverá ser transferida a Câmara. Já foram adquiridos o projeto da reforma e a energia fotovoltaica, cujos investimentos, segundo Ney, já estão previstos no orçamento de 2022. 


Praça e fonte

O prefeito Elmir Chedid assinou convênio com o governo do Estado de São Paulo para a reforma da Praça Sesquicentenário e a construção de um fontanário temático com espelho d'água onde hoje se localiza uma concha acústica, na Avenida Deputado Romeu de Campos Vergal. Os investimentos, por meio do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur), somam mais de R$ 3 milhões. O valor previsto para a Praça Sesquicentenário é de R$ 2.557.636,43 - recursos do governo do Estado. A construção do fontanário temático terá R$ 1.380.316,71 de investimentos, sendo R$ 505.209,56 do Estado e R$ 875.107,15 como contrapartida do município.



Seja nosso parceiro!


Comentários